Como controlar a mente das pessoas

avram chomsky

 

Uma vez fiz uma campanha para que as pessoas desligassem a TV. Não tem quase nada de bom nela, eu mesmo já aposentei faz anos. Mas a réplica foi a seguinte: Existem telejornais que informam as pessoas.

Bom, deixa eu falar um pouco desses telejornais: Eles só trazem a “verdadinha” e nunca a verdade de fato. Um telejornal não mente, mas ele não precisa mentir pra fazer manipulação. Um estudante de comunicação aprende (ou deveria aprender) a teoria do “gatekeeper” e da parede e da lanterna. Ambas falam sobre manipulação, mesmo que apenas se fale a verdade. Na teoria do gatekeeper, a mídia funciona como um porteiro que diz: “esta verdade deixa passar, esta também, esta não, é perigosa, fica quietinha aí”

Mas eu prefiro a teoria da parede e da lanterna. Imagine que toda a verdade do universo é ou está num grande muro a sua frente, mas ele tá no escuro.

teoria do muro e da lanterna

Você não é capaz de descrever como é todo o muro, apenas a parte que lhe mostram.

       O escuro representa a ignorância total, ninguém sequer vê o muro, você pode caminhar até rebentar o nariz nele e não saberá o que te atingiu. Isso acontece aos montes. Então a mídia é iluminadora, a mídia é uma lanterna que esclarece com sua luz. O problema é que toda lanterna tem um foco, que é a área onde a luz vai atingir. Não se pode iluminar todo o muro, apenas uma parte. E a malandragem está em decidir qual parte do muro quer ser mostrada. No caso do gatekeeper, qual verdade o porteiro vai deixar entrar.

Então vamos supor um jornal. Aqui no sul a gente tem a Zero Hora um jornal de extrema direita. Mas seus repórteres, fotógrafos, redatores, revisores, 99% dos seus funcionários são neutros ou até da esquerda. Como pode isso?

Assim: O editor chefe manda o repórter cobrir um caso de corrupção num partido de esquerda. O repórter pode ser até filiado desse partido isso não importa. Não importa o seu discurso ou a maneira como ele escreve, nada disso. A única coisa que importa é que na manhã do outro dia, ao lado de todos os cafés da manhã da região, as pessoas serão pautadas pelo assunto: “corrupção no partido da esquerda” Elas vão se encontrar no serviço e vão comentar sobre aquilo. Pode ser até que o partido de direita tenha feito uma corrupção dez vezes mais escrachada mas…. não foi iluminada pela lanterna.

_______________

As vezes, caros iconoclastas, não é preciso haver mentira pra haver um mito. de fato, a maioria dos mitos não são feitos na base da mentira e sim da omissão dos fatos e da pauta que a grande mídia dá pra este ou aquele assunto.

Isso é matéria dada na faculdade de jornalismo, mas devemos espalhar ela para todas as pessoas. No livro Linguagem, poder e ensino da língua, José Hidelbrando Dacanal mostra que o poder está nas pessoas com crítica. geralmente é interesse do poder dar inteligência aos seus aliados e confundir os adversários. Por exemplo: quantas vezes a gente já foi num teatro e tinha na bilheteria que “classe artística paga meia”? Artistas não formam classe, formam categoria. Classe é sempre social.  Pra quem interessa confundir o discurso?

Mas vocês tem a obrigação de saber que estão sendo enganados. E não é com mentiras e sim com simples silêncios. A TV de massa com certeza te conduz feito um boi pra lá e pra cá.

_______________

Relativo ao assunto, fiquem com esse jornalismo honesto sei lá daonde, dica do leitor Lucas Anger Froner

 

O que você acha disso?

comentários

Tags:, , , , , , ,
2 Responses to "Como controlar a mente das pessoas"
  1. 05/03/2013 14:59

    A educação e o gato de Lincoln » Iconoclastia Incendiária

    […] por isso, a educação pode ser uma arma.  E como sempre, os bem armados são os detentores do poder, mas isso é outra […]

  2. 13/06/2013 23:04

    Manifestações: A grande mídia contra as redes sociais » Iconoclastia Incendiária

    […] tema já foi abordado mais profundamente aqui na Iconoclastia sob o título “Como controlar a mente das pessoas”, mas vamos rapidamente resumir de um jeito mais popular: […]

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Desenvolvido por: