O Dia dos namorados é uma corrupção

Amor para vender

 

Essa data tão amada pelo comércio. Os casais que realmente acreditam nela gastam seu dinheiro sem nenhuma preocupação, apenas doutrinados e obedientes.

Quando o casal não foi dogmatizado pelas instruções da mídia, tudo também fica de boa e ainda melhor, porque não gastaram seu dinheiro e ainda ficaram com um assunto na pauta e uma pontinha de orgulho de não pertencer à boiada.

Mas o deprimente é o terceiro caso, quando uma das partes não dá bola, mas a outra parte acredita na importância do dia dos namorados. Aí ou tem que dar um presente, ou tem que retribuir, é sempre uma situação “Aff” que uma pessoa é levada a entrar na onda pra não magoar a outra parte, já que é mais fácil isso do que tentar livrar o seu amor dessa imposição comercial.

Como “presente” entendam também um passeio, um cinema, um motel, QUALQUER COISA que tenha que ser celebrada.

E se uma das partes resolver romper com essa obrigação social idiota, a outra parte ficará ofendida, ou se sentirá incompleta.

valentine-cartOs sentimentos não podem ser individuais nem mesmo livres. Você não é livre, mesmo que queira. Ao contrário, seus sentimentos serão colocados num balaio comum, em que um grupo interessado impõe a toda a sociedade que existe UM DIA, no qual as roseiras devem ser despedaçadas, os bonboms devem ser mastigados, os jantares tem que ser fora de casa, os casais devem se ver, cinemas devem ficar lotados, declarações devem ser feitas, você PRECISA se enquadrar nesse pacote, senão seu amor  ficará triste e incompleto.

Triste corrupção que os amores se enjaulam.

 

ico-separa-post

 

Já em 1965, na canção de amor “Love Minus Zero”, Bob Dylan dizia que o amor estava corrompido pelo dia dos namorados. O som se encontra no álbum Bringing It All Back Home. Esse cara, pra quem lembra, já andou por aqui.

Love Minus Zero é uma maravilhosa canção de um casal libertário que evita os lugares comuns e preconceitos. Ao mesmo tempo, celebra esse amor como companheiros que conseguem ver os rancores e egoísmos na sociedade. E, ao contrário da versão “Ursinhos Carinhosos”, ele nega a versão do amor de perfumaria e o encara com a dor que outros grandes poetas deram a esse sentimento, o mais forte dentre os humanos.

Bob Dylan - Bringing It All Back Home front

Dá um play, confere tradução, depois falamos nele:

Love Minus Zero TRADUÇÃO

 

 

 

O que você acha disso?

comentários

Compartilha