Tag: depressão

Solidão: Uma dor física

Solidão
Pesquisadores da Universidade da Califórnia pediram a voluntários que jogassem um jogo. Cada voluntários voluntários batia papo num chat com mais duas pessoas, mas na verdade o chat era apenas um programa de computador, que os rejeitavam na conversa e ficavam sem responder ao voluntário. Isso gerou uma alteração nos cérebro dos voluntários. Ao investigar ONDE a solidão acontece, descobriram um local chamado CÓRTEX CINGULADO ANTERIOR, que processa a dor física.

Conclui-se que o ser humano vive em grupo por motivos que não são apenas culturais, mas biológicos.

Quando estiver se sentindo deprimido, não mistifique sua tristeza: é dor mesmo.

Aspartame – Que merda é essa?

Aspartame - Que merda é essa?

 

ASPARTAME:
Baratas e formigas não comem, gatos e cachorros não comem, mesmo moscas não comem – mas o FDA (e a ANVISA também) colocam na sua comida sem a menor cerimônia, e com a aprovação da Companhia Química Monsanto.

O FDA e o CDC (Centro de Controle de Doenças Americano) já receberam mais de 7 mil reclamações, inclusive de cinco mortes, atribuídas ao uso do aspartame em produtos alimentícios desde que ele foi introduzido no mercado em 1981. Uma série de pesquisadores e médicos protesta não só contra o produto em si, mas também contra as pesquisas superficiais que levaram o aspartame a ser aprovado para consumo.

Existem 90 sintomas documentados decorrentes do consumo de aspartame, incluindo: espasmos musculares, irritabilidade, palpitações cardíacas, perda de paladar, dores nas juntas, tontura, ganho de peso, taquicardia, dificuldades respiratórias, tinido (zumbido nos ouvidos), visão borrada, dermatites, insônia, crises de ansiedade, vertigo, perda de audição, náusea, depressão, cegueira, perda de memória, fadiga e amortecimento de membros.

Sabem o que é adoçado com aspartame? REFRIGERANTES ZERO.

Chega de consumir essa porcaria! Leiam seus rótulos, acompanhem o que seus filhos consomem – tudo que é natural é melhor, e SEMPRE desconfiem de aditivos produzidos em laboratório!